Abandono da saúde indígena pelo governo pode causar mortes “a cada quatro horas”

Abandono da saúde indígena pelo governo pode causar mortes “a cada quatro horas”

O Conselho Indigenista Missionário vem a público manifestar profunda preocupação com a situação de grave abandono da política de atenção à saúde dos povos indígenas no Brasil
Após decisão que enfraquece Parecer Antidemarcação da AGU, indígenas cobram revogação

Após decisão que enfraquece Parecer Antidemarcação da AGU, indígenas cobram revogação

Em semana de mobilização em Brasília, delegação dos povos Terena, Kinikinau e Guarani e Kaiowá pede revogação do parecer que paralisa demarcações

 

a causa indígena é de todos nós

Conheça esse importante instrumento de denúncia de violências contra os povos originários no país

Acesse e contribua com a Cartografia de Ataques Contra Indígenas

Comunique anonimamente ao CIMI sobre violações de direitos e violência contra comunidades indígenas

AGÊNCIA PORANTIM

Jornal Porantim 411: Milícias atacam

Entre dezembro e janeiro, ao menos seis terras indígenas passaram a sofrer invasões sistemáticas. Apesar de não ser um fato novo, as ações criminosas, com uma lógica de milícias, se intensificaram com o começo do governo Bolsonaro. Povos indígenas organizam a resistência

Confira petições, pareceres e documentos relevantes para a defesa dos direitos indígenas

Confira o plano pastoral do Cimi, materiais e artigos sobre espiritualidade, teologia índia e missão