31/03/2017

Nota de falecimento de Isamani Kulina


Rio Branco, 30 março de 2017

Nesta quinta feira 30 de março foi encontrado morto o grande líder Isamani Kulina, na cidade de Feijó. Vítima de que?  Não se sabe. Há suspeitas ter ingerido muito álcool até sua morte. Fez sua passagem deixando esposa e filhos. Isamani Kulina destacava-se como liderança local na luta por uma saúde indígena de qualidade, orgulhava-se da conquista de ter conseguido a demarcação de terra para o seu povo no Alto Rio Envira.

Defendia pessoas de povos isolados que apareciam em suas aldeias, pedindo para ter paciência. “Não matem parente brabo”.

O Cimi Regional Amazônia Ocidental, e a equipe de Feijó estão presente  prestando solidariedade e apoio neste momento de pesar. Junto com os Madiha/Kulina a nossa solidariedade. Fica em nossas memórias a saudade deste grande líder que assim que o barco encostava-se ao porto de suas aldeias nos recebia com sorriso no rosto. Manako (trocar), hihipa (comida), mari (segurar, ensinar), bika (ser bom), nomi (está bem), pahisha (ser verdade). Ficava alegre, dizendo que tinha alguma coisa para trocar, para comer, para nos ensinar e assim nos permitia entrar no mundo Madiha. Os Madiha passam por situação difícil, sobre a questão de suicídio entre eles. A este povo nosso carinho e nossa solidariedade.

Conselho Indigenista Missionário
Regional Amazônia Ocidental



Fonte: Cimi - Regional Amazônia Ocidental
Compartilhar: