Português English

Nota Pública sobre Relatório Preliminar da CPI do Cimi

Inserido por: Administrador em 05/05/2016.
Fonte da notícia: Conselho Indigenista Missionário - Cimi


Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida (Jo 14, 6)


O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) repudia com veemência o inteiro teor do relatório preliminar da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Cimi, apresentado pelo Deputado Paulo Correa, na tarde desta quarta-feira, 04, na Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul.

Repleto de acusações e difamações requentadas e totalmente desprovidas de provas, eivado de opiniões pessoais e de classe, feito aos moldes dos interesses ruralistas, o relatório assemelha-se a um discurso político feito por candidato aos seus pares em período de campanha eleitoral.

Consideramos que o conteúdo do relatório preliminar mostra-se inteiramente fantasioso na identificação dos reais motivos e da origem dos conflitos fundiários envolvendo os povos indígenas e latifundiários do estado do Mato Grosso do Sul e completamente ineficaz no que tange à proposição de soluções efetivas para tema.

Lamentamos o tom desrespeitoso e grosseiro usado no relatório relativamente aos povos indígenas, à Igreja Católica, aos missionários que atuam junto aos povos no Mato Grosso do Sul e ao Cimi.

O Cimi reitera seu pleno compromisso e respeito com o Evangelho da Vida, com os povos originários, com a Constituição Federal e todas as normas legais vigentes no Brasil.

Mesmo perseguidos, difamados e criminalizados, continuaremos ouvindo e seguindo Jesus na voz e na caminhada dos povos indígenas do Mato Grosso do Sul.


Conselho Indigenista Missionário

Brasília, DF, 05 de maio de 2016

Publicações

As Violências Contra os Povos Indígenas em Mato Grosso do Sul

Áudio

Cimi lança relatório de violência em Comissão de Meio Ambiente da Câmara durante semana de mobilizações


Missão Ecumênica realiza ações em Mato Grosso do Sul em defesa dos povos indígenas e pedindo a CPI do Genocídio

Galeria de imagens

Galeria de Vídeos

Vídeo mostra situação de acampamentos Kaiowá Guarani

No Brasil

Violência contra indígenas no Brasil é tema de audiência pública na Comissão Interamericana de Direitos Humanos

A audiência ocorrerá na segunda-feira, 23, durante o 165º Período de Sessões da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), em Montevidéu, no Uruguai

Congresso anti-indígena: 33 propostas, reunindo mais de 100 projetos, ameaçam direitos indígenas

Levantamento do Cimi identificou principais ameaças em tramitação na Câmara e no Senado. 18 das 33 propostas foram apresentadas nos últimos três anos

Disputas pelo poder político causam aumento da violência contra os povos indígenas

Ao longo de 2016 percebeu-se que o poder Judiciário, em primeira instância e nos tribunais regionais federais, tratou de seguir a lógica do Governo Temer tomando para si a centralidade das discussões...

Violência contra indígenas no Brasil aumenta nos gabinetes e nas aldeias

Esta é uma das constatações retratadas no Relatório Violência Contra os Povos Indígenas no Brasil – dados de 2016, lançado na tarde desta quinta-feira, 5, em Brasília

Indígenas e organizações da sociedade civil denunciam violações de direitos a relator especial da ONU

Na última segunda-feira (02), organizações da sociedade civil denunciaram as violações de direitos humanos ocorridas no Brasil ao relator especial das Organizações das Nações Unidas (ONU), Michel...

Total de Resultados: 651

Página atual: 1 de 131

123456 Próximo Final

Endereço: SDS, Ed. Venâncio III Salas 309/314 - Brasília-DF Cep: 70393-902 - Brasil - Tel: (61) 2106-1650 - Fax: (61) 2106-1651        Twitter - Ciminacional Skype - imprensa_cimi
desenvolvimento: wv