Português English

Na luta e resistência, povo Deni celebra história em XII Assembleia da Aspodex

Inserido por: Administrador em 11/09/2017.
Fonte da notícia: Cimi Regional Norte I - Equipe Tefé


Indígenas da região de Tefé têm realizado encontros de formação, entre eles a Assembleia Deni. Crédito: Lygia Kloster Apel/Cimi

Num clima de resistência e celebração, conquista e perspectiva, o povo Deni inicia o processo de articulação e organização de sua XII Assembleia da Associação do Povo Deni do Rio Xerua (ASPODEX), que acontece entre os dias 20 e 22 de setembro, na aldeia Itauba, no município de Itamarati (AM).

A Assembleia da ASPODEX é a instância máxima, com poder de decisão, sobre como o povo Deni deve enfrentar seus problemas e ameaças aos seus direitos e, também, celebrar sua luta e suas conquistas. Para Marizanu Deni, presidente da Associação, “a importância da Assembleia está no fortalecimento da organização do povo e é um espaço de formação, interação e fortalecimento cultural”. Nas pautas que serão debatidas, o povo Deni discutirá seus projetos de vida na perspectiva de projetar um futuro digno e com direitos respeitados.

Para os missionários do Conselho Indigenista Missionário (Cimi) de Tefé (AM), Fábio Pereira e Raimundo Francisco, que prestam assistência e assessoria à ASPODEX, o evento é um gesto de comunhão com a luta e resistência dos parentes em todo o Brasil. “Nesses tempos de ataques aos direitos indígenas, é importante discutir a conjuntura política e seus efeitos para a causa indígena”, diz o missionário Fábio Pereira.

Como parte da mobilização e divulgação da Assembleia para a população de Itamarati, neste dia 5 de setembro, o presidente Marizanu Deni e os missionários participaram do programa A Hora do Povo, na Rádio Comunitária FM do Povo, com o comunicador Gerson Amâncio.

Na oportunidade, Marizanu Deni fez o convite ao poder público do município para participar da Assembleia e, juntos, dialogar em busca de mecanismos que possibilitem a implementação de políticas públicas indigenistas eficazes na resolução dos problemas e desafios que enfrentam. Com essa participação, o povo Deni mostra para a sociedade envolvente que, mesmo com tanta violação aos seus direitos, que há anos vêm sofrendo, eles resistem e fortalecem seus modos de vida tradicionais e sua cultura. “Nossa Assembleia será uma IMA AMUSINAHA (festa grande)", diz Marizanu.


AM

Indígenas do Médio Rio Negro expulsam garimpeiros de terra demarcada

As mobilizações se intensificaram em razão das informações do massacre acontecido no Vale do Javari

Diocese do Alto Solimões manifesta-se sobre denúncia de massacre de indígenas no Vale do Javari

A nota, assinada pelo Bispo de Alto Solimões (AM), Dom Adolfo Zon Pereira, lamenta "o patrocínio pelo poder público federal à mineração em detrimento das minorias, especialmente dos Povos Indígenas"

Coiab e CIR divulgam notas de repúdio ao massacre contra indígenas isolados no Vale do Javari

As organizações denunciam o desmonte da Funai intensificado após o sequestro do palácio do Planalto

“Extinção da Renca vilipendia democracia brasileira”, afirmam bispos

O documento da Rede Eclesial Pan-Amazônica (REPAM) e a Comissão Episcopal para a Amazônia afirma que essas são medidas tomadas por "pressões da bancada de parlamentares vinculados às companhias"...

Cerca de 400 indígenas estarão em Brasília para debater desafios e buscar estratégias na educação escolar

Mais de 100 povos e 400 indígenas são esperados em Brasília (DF) para participarem III Fórum Nacional de Educação Escolar Indígena (FNEEI)

Total de Resultados: 163

Página atual: 1 de 33

123456 Próximo Final

Endereço: SDS, Ed. Venâncio III Salas 309/314 - Brasília-DF Cep: 70393-902 - Brasil - Tel: (61) 2106-1650 - Fax: (61) 2106-1651        Twitter - Ciminacional Skype - imprensa_cimi
desenvolvimento: wv